Notícia

Você está em: Home / Midia / Notícia /

Avanços da reprodução assistida serão tema de congresso em Curitiba

Fonte: Sociedade Brasileira de Produção Assistida acessada em 13/03/19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 50 milhões de pessoas no mundo sofrem com a infertilidade, ou seja, quando um casal mantém relações sem métodos contraceptivos durante 12 meses, sem sucesso na gravidez. No Brasil, o número pode chegar a 8 milhões.

Para debater os avanços na área e discutir alternativas viáveis para pessoas que querem ter filhos, a Comissão Científica da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA) realizará em Curitiba, de 31 de julho a 3 de agosto, no ExpoUnimed, o XXIII Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida (CBRA). O evento multidisciplinar espera reunir cerca de 800 profissionais, entre médicos, embriologistas, enfermeiros, psicólogos, biólogos, especialistas em reprodução humana, áreas afins, como ginecologistas, urologistas, mastologistas, oncologistas, além de gestores de clínicas.

Com a máxima “Plantando sementes, gerando vidas”, o slogan do Congresso faz uma analogia com a ação da gralha azul (ave símbolo do Paraná), que, com o seu hábito de enterrar pinhões, forma novas árvores e florestas, processo semelhante ao desempenhado pelos profissionais da reprodução assistida, ajudando na geração de novas vidas. A 23ª edição do CBRA abordará temas importantes como o congelamento de óvulos, embriões, tecido ovariano, gravidez tardia (depois dos 40 anos), indução de ovulação e oncofertilidade (quando as mulheres colhem óvulos e ovário para o congelamento prévio antes de tratamentos de câncer), entre outros.

Na ocasião, ainda haverá a apresentação de trabalhos nacionais e internacionais sobre o tema, ampliando os espaços de discussão e proporcionando trocas de experiências entre os presentes. O prazo para submissão de resumos e trabalhos completos vai até 01 de junho.

 

Continue a leitura aqui.

 

Voltar

Compartilhe no WhatsApp