O Ministério da Saúde instituiu, através da Portaria nº 1.179, de 27 de abril 2018, a Semana Nacional de Mobilização pela Saúde das Mulheres. Esta iniciativa visa mobilizar os gestores, profissionais de saúde, usuárias do Sistema Único de Saúde-SUS e sociedade civil sobre a importância e necessidade depromover, proteger e dar suporte a medidas de acesso e qualidade à atenção integral à saúde das mulheres. De acordo com o projeto, a cada ano, será enfatizado um tema numa abordagem ampliada à saúde da mulher. O tema escolhido para a primeira campanha será MORTALIDADE MATERNA.

No dia 28 de maio, em Brasília, ocorrerá o Lançamento, pelo Ministério da Saúde, da META DE REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA para os ODS 2015/2030. A FEBRASGO estará representada pelo Presidente da sua Comissão Nacional Especializada de Mortalidade Materna, Dr. Rodolfo de Carvalho Pacagnella.

Dados do Ministério da Saúde mostram que a mortalidade materna no Brasil caiu 58% entre 1990 e 2015, de 143 para 60 óbitos maternos por 100 mil nascidos vivos. Para efeitos de comparação, por exemplo, no Japão a proporção é de 6 óbitos de mulheres por 100 mil nascidos vivos.

A FEBRASGO já está envolvida indiretamente, através de alguns de seus associados, pertencentes à diferentes Comissões Nacionais Especializadas, em ações e programas que visam educar e treinar profissionais da saúde no esforço de redução da Mortalidade Materna. Citaríamos como exemplo nossos associados que participam como Instrutores do projeto Zero Mortalidade Materna por Hemorragia pós-Parto, fruto de uma parceria do MS com a OPAS e que está tendo resultados muito positivos em várias partes do território nacional.

Vamos envidar todos os esforços para apoiar o Ministério da Saúde, contribuindo com as ações de implementação das novas estratégias que estão em desenvolvimento, no que refere à redução da mortalidade materna em nosso país.

Fonte: FEBRASGO