Videohisteroscopia Ginecológica

A videohisteroscopia é um procedimento que também ocorre em ambiente hospitalar. Após realização de anestesia, é introduzida uma câmera de vídeo através do colo uterino, permitindo explorar a cavidade uterina. Eventualmente pode ser realizada sem anestesia, para fins diagnósticos apenas.
É indicada nos seguintes casos:
  • retirada de miomas de localização submucosa ou pólipos endometriais;
  • avaliação de cavidade uterina prévia a um procedimento de in vitro;
  • avaliação e retirada de septos uterinos que possam estar dificultando uma gestação;
  • sangramento uterino anormal em qualquer faixa etárea que não tenha sido corrigido por outros métodos.
O procedimento é feito pela manhã e a paciente recebe alta habitualmente no mesmo dia. Pode ocorrer um sangramento vaginal devido à manipulação uterina. Geralmente no dia seguinte a paciente já pode trabalhar, porém essa liberação deve ser confirmada com seu médico, de acordo com a extensão do procedimento realizado. Não há pontos para serem retirados.