Para que o sonho de ser mãe não seja abandonado após a descoberta do tumor, a medicina reprodutiva poderá ajudar utilizando a tecnologia de congelamento de óvulos. Realizado tratamento cirúrgico/quimioterápico e vencida a batalha contra o câncer, a questão reprodutiva poderá ser revisada.

O câncer de mama é uma das doenças que mais atinge as mulheres em todo o mundo. O Ministério da Saúde, prevê para 2018, 59.700 novos casos em todo o Brasil. Muitas delas, ainda jovens ainda não tiveram suas famílias constituídas

O processo deve ser realizado antes de começar o tratamento contra o câncer, principalmente da quimioterapia. Se inicia com o estímulo através de medicamentos para que a mulher produza vários óvulos num mesmo ciclo menstrual. No dia em que estiverem maduros, ocorre a retirada dos óvulos por meio de um procedimento no Instituto e os mesmos serão congelados.

Uma outra alternativa seria de coletar os óvulos e fertiliza-los com sêmen de seu companheiro e congelar os embriões para serem utilizados após o termino do tratamento.