O Instituto Nacional do Câncer (Inca) informa que, entre todas os cânceres, o que mais atinge as mulheres é o de mama, devido a fatores hormonais. Quando detectado precocemente, pode ter boas chances de cura. Veja abaixo pequenas ações importantes para a prevenção, de acordo com João Bosco Ramos Borges, mastologista, ginecologista e obstetra da SOGESP.

  • Tenha uma dieta equilibrada: consumir frutas, verduras e legumes regularmente ajudam a manter a saúde em dia.
  •  Diminua o consumo de alimentos embutidos.
  • Pratique atividade física: além de manter o corpo saudável, traz bem-estar e disposição.
  • Evite beber álcool, mesmo em quantidade moderada.
  • Não fume. Além prejudicar os pulmões, cigarro aumenta o risco de câncer de mama.
  • Cuidado com o peso: a obesidade também aumenta o risco de desenvolver a doença.
  • Mulheres acima de 40 anos devem realizar a mamografia anualmente e ser examinada por um médico ginecologista ou mastologista.
  • Dependendo do caso, reposição hormonal pode aumentar o risco de câncer de mama, portanto mulheres na menopausa devem consultar um médico para obter informações.
  • Realizar o autoexame é sempre importante, mostrando autocuidado, autoconhecimento e pode até ajudar na descoberta de nódulos.
  • A exposição ao sol ajuda na produção de vitamina D e reduz os riscos de câncer. Mas cuidado, não fique exposta entre 10h e 16h.​

Fonte: Revista news – acessado: 01/11/2018